Produtos Fitofarmacêuticos de Uso Não Profissional

  • A propósito das últimas notícias lançadas pela comunicação social acerca na necessidade de formação para o aplicador de produtos fitofarmacêuticos, a Espaço Visual, esclarece que não é a dimensão da exploração que define a obrigatoriedade da formação mas sim o tipo de produto fitofarmacêutico utilizado. Conforme esclarecimento da Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural, existem dois tipos de produtos fitofarmacêuticos: - Produtos fitofarmacêuticos de uso profissional, que são todos aqueles que dispõem da frase: “Este produto destina-se a ser utilizado por agricultores e outros aplicadores de produtos fitofarmacêuticos.” Todos aqueles que pretendam aplicar produtos fitofarmacêuticos de uso profissional, devem dispor de certificado da ação de formação em Aplicação de produtos fitofarmacêuticos, até 26 de novembro de 2015. - Produtos fitofarmacêuticos de uso não profissional – A utilização destes produtos aplica-se em ambiente doméstico – plantas de interior, hortas e jardins familiares. Neste caso a formação não é obrigatória. Para mais informações consultar a página: http://www.dgadr.mamaot.pt/